A importância do cerimonial – Entrevista com Viviane Gratz

Outro dia fui ao casamento de um primo e por essas coincidências da vida encontrei uma antiga colega de trabalho… mas ela não era uma convidada, era a cerimonialista! Quando fui conhecer melhor o trabalho dela me apaixonei e até descobri que usei alguns de seus casamentos como inspiração para o meu! E hoje ela conta aqui um pouco dessa trajetória, do seu trabalho e dá ótimas dicas para as noivas!

image

MCP: Como você entrou no mercado de casamento?

Viviane: O senso estético e criativo sempre foi uma coisa que fazia parte de mim. Acho que esse lado artístico é um grande pedaço da minha personalidade. Fiz ballet durante 15 anos, piano no Villa Lobos, pintura etc. Fazer faculdade de cinema era um sonho não concretizado, acabei fazendo administração por uma questão pratica e até de não saber o que fazer. Nunca tinha atentado para o mundo da decoração/ cenografia até que um dia fiz uma festa para uma amiga e deu SUPER certo! Depois fiz meu casamento e as coisas foram acontecendo. Me animei e fui “construindo” minha empresa e marca em paralelo ao meu trabalho na TV Globo como analista de negócios na área de TI.

MCP: E como você acredita que a sua carreira em consultoria / projetos te ajudou? Que diferencial você trouxe para esse trabalho?

Tanto o mundo de consultoria, quanto a TV Globo, me deram uma boa experiência em interpretar demanda e gerenciar projetos. E cerimonial é isso, ter sensibilidade para entender o que seu cliente quer (e as vezes nem sabe que quer!), e conduzi-los num mundo de fornecedores e missões!

image

Acho que senso estético e criação não se ensina muito. É claro que aprendi muito com a experiência, mas o know how que levei dos meus antigos trabalhos foi de saber lidar com pessoas e gerenciar muitas variáveis ao mesmo tempo. Quem trabalha com projeto, seja ele de sistemas ou eventos, sabe o que é coloca-lo no ar! Tem que acontecer, tem que concretizar e tem que ir driblando as dificuldades e gerenciando as pessoas para sairmos do outro lado.

MCP: Quais são as principais dúvidas / inseguranças das noivas?

Nossa, pergunta difícil… acho que tudo que mexe com o sonho e a expectativa mexe com o medo, é um momento de transição que todas as noivas estão vivendo. É claro que tem aqueles pontos chaves como o vestido, cabelo etc, mas na realidade acho que quando a noiva encontra um cerimonial com o qual se identifica e cria um laço de confiança, essa ansiedade diminui. Você encontra alguém pra te nortear, porque é tudo novo para elas! Na maioria das vezes as noivas não sabem nem por onde começar e isso gera insegurança.

MCP: Que dicas você daria para quem está pensando em se casar? Por onde começar?

Acho que começar pelo cerimonial é a melhor coisa. Todos os outros pontos vão nascer daí e ai você já está amparado, vai tomar decisões com um planejamento e recomendações de bons fornecedores. É importante antes de sair contratando os fornecedores, sentar com o cerimonial e fazer uma planilha de previsão de custos para não se perder. Mas é claro, é preciso pesquisar bem o cerimonial, se informar e isso as noivas fazem muito bem! A internet é incrível, né?! É muito importante que a noiva confie no profissional que escolheu! Confiança é fundamental! É impossível para a noiva gerenciar no dia tudo o que vai acontecer e por isso tem que confiar em quem escolheu e ficar tranquila para aproveitar a festa! Percebo que sempre que as noivas confiam e de fato entregam na mão dos profissionais que elas escolheram elas conseguem curtir a festa e focar no que importa: o casamento de fato e o momento lindo que estão vivendo!

image

Viviane Grätz Design de Eventos

www.vivianegratz.com
contato@vivianegratz.com

Deixe seu comentário